Sobrenome bonito não cria relacionamento.

7 de maio de 2018 por Ricardo Jordão

Sobrenome bonito não cria relacionamento.

Dias atrás eu recebi a mensagem de um vendedor que trabalhou por 10 anos na 3M.

3M, empresa de galã, bonitona, alta credibilidade, inovadora, fantástica, mix de produtos maravilhoso, um dos melhores lugares para se trabalhar na vida, etc etc etc.

O cidadão trabalhou por 10 anos na 3M. Vendeu de tudo. Bateu todas as metas. Conheceu todo mundo. Viajou o mundo inteiro.

Bem sucedido, ele saiu da 3M para abrir a própria empresa.

Qual foi a primeira coisa que ele fez?

Ele ligou para todos os contatos que ele fez durante os dez anos de 3M para vender o seu novo negócio.

Resultado: ZERO de vendas. ZERO de retorno das ligações. ZERO de atenção dos clientes que ele fez negócios durante os anos de 3M.

Passado o trauma inicial, ele percebeu que durante os anos de 3M ele conseguiu vender por causa do sobrenome 3M que ele carregava com ele e usava o tempo todo, e não por causa das suas incríveis capacidades como vendedor

Ele percebeu que durante os anos de 3M ele VENDEU mas NÃO CRIOU relacionamento com as pessoas.

A grande verdade é que você consegue vender durante 10 anos, 15 anos, 20 anos para uma pessoa e não ter relacionamento nenhum com ela.

Você consegue conviver 10 anos com uma pessoa e não conhecer ela direito. Certo?

Se você acredita na criação de relacionamento para fazer melhores vendas, você precisa se esforçar muito para criar esses relacionamentos.

Relacionamento não cai do céu.

Eu concordo que de vez em quando é interessante utilizar o poder de um sobrenome bacana para abrir as portas para você. MAS NÃO SEMPRE. E muito menos o TEMPO TODO.

Eu fiz um video sobre isso.

Assiste aqui:

Deixe um comentário